Alavanque os seus estudos!

sábado, 30 de junho de 2018

4 dicas da neurociência para melhorar a sua concentração

É injusto culpar apenas a tecnologia, o bode expiatório mais comum para justificar a distração. Usados com bom senso, recursos como apps e softwares podem ser grandes aliados para a produtividade.

O problema está no mau uso desses dispositivos, de acordo com Carla Tieppo, professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

A neurocientista afirma que as pessoas desenvolveram uma relação de dependência com a tecnologia. “É prazeroso checar as redes sociais ou trocar mensagens pessoais pelo smartphone”, diz ela. “Para muita gente, esse hábito se tornou irresistível, como um vício”.

As distrações, no entanto, causam um enorme prejuízo de tempo e energia. A cada interrupção, demoramos cerca de 23 minutos para voltar à nossa tarefa original, segundo uma especialista ouvida pelo Wall Street Journal.

Como então manter o foco? Não há solução mágica. Segundo Carla, as distrações só são vencidas pelo esforço e pela autodisciplina. “É preciso se policiar diariamente”, afirma ela.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Neurodidática: O cérebro precisa se “emocionar” para aprender

Em 2010, uma equipe de pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), em Boston, colocou um sensor eletro-térmico no pulso de estudante universitário de 19 anos para medir a atividade elétrica de seu cérebro 24 horas por dia durante sete dias. 

O experimento produziu um resultado inesperado: a atividade cerebral do aluno quando assistia a uma aula palestrada era a mesma de quando ele assistia televisão; praticamente nulo. Os cientistas poderiam provar que o modelo pedagógico baseado em um aluno como um receptor passivo não funciona.

“O cérebro precisa se mexer para aprender “, explica José Ramón Gamo, um neuropsicólogo infantil e diretor do Mestrado em Neurodidática na Universidade Rey Juan Carlos. Nos últimos cinco anos, diferentes correntes surgiram na Espanha que querem transformar o modelo educacional e uma delas é a neurodidática.

Não é uma metodologia, mas um conjunto de conhecimentos que está contribuindo com a pesquisa científica no campo da neurociência e sua relação com os processos de aprendizagem. “Antes só podíamos observar o comportamento dos alunos, mas agora, graças às máquinas de neuroimagem, podemos ver a atividade cerebral durante a execução das tarefas”, acrescenta Gamo. Essa informação ajuda professores e pedagogos a decidir quais métodos são mais eficazes.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Concurso Polícia Federal: SAIU O EDITAL com 500 vagas!

Acabou a espera! Acaba de sair o aguardado edital do Concurso Polícia Federal! O documento de abertura do certame foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 15 de junho. 

São ofertadas 500 vagas imediatas, distribuídas entre os cargos de Delegado de Polícia Federal (150), Perito Criminal (60), Escrivão de Polícia Federal (80), Papiloscopista (30) e Agente de Polícia Federal (180).

Concurso Polícia Federal: Inscrições
O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe receberá as inscrições dos interessados no período de 19 de junho de 2018 a 02 de julho de 2018, horário de Brasília/DF. O valor da taxa de participação é de R$ 180 para Agente e Escrivão e e Papiloscopista, R$ 250 para Perito e R$ 250 para Delegado de Polícia Federal. A data limite para o pagamento da taxa de inscrição é 20 de julho de 2018.

Concurso Polícia Federal (PF): Requisitos e remunerações
Os cargos de agente e escrivão admitem graduados em qualquer área de formação. Os rendimentos iniciais para esses são de quase R$ 12 mil (também com o auxílio). Para os policiais lotados nas regiões de fronteira, a Lei 12.855 instituiu em 2013 o pagamento de uma indenização no valor de R$ 91 por dia de trabalho, podendo gerar ganhos adicionais de até R$ 2 mil por mês, aproximadamente.

Para delegado, é necessário o bacharelado em Direito, além de experiência mínima de três anos em atividade jurídica ou policial. No caso de perito, a formação exigida varia conforme a área de atuação. A remuneração oferecida para ambos é de R$ 22 mil no início da carreira, incluindo o auxílio-alimentação, de R$ 458.

Concurso Polícia Federal: Etapas
A seleção compreenderá duas etapas. A primeira composta de provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional. Na segunda, os candidatos serão submetidos a um curso de formação profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no DF.

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Publicada autorização para AGU realizar novo concurso; são 100 vagas para nível superior

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, MPOG, divulgou nesta quinta-feira, 14 de Junho, a portaria de autorização para que a Advocacia Geral da União, AGU, realize um novo concurso.

Além de informar os cargos e o quantitativo de vagas, o Planejamento anunciou o prazo da publicação do edital: até seis meses.

Segundo a publicação, o concurso ofertará 100 vagas para diversos cargos que têm como requisito nível superior. São eles:
  • Técnico em Comunicação Social (05 vagas);
  • Técnico em Assuntos Educacionais (02 vagas);
  • Contador (32 vagas);
  • Bibliotecário (01 vaga);
  • Arquivista (02 vagas);
  • Analista Técnico Administrativo (10 vagas);
  • Administrador (48 vagas)

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Concurso TJ-TO 2018: edital sairá pelo Cebraspe


O novo concurso do Tribunal de Justiça do estado de Tocantins (concurso TJ-TO) já tem banca definida. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/Cebraspe) será o responsável pela coordenação das etapas de inscrição, seleção e divulgação de resultados.

Serão ofertadas vagas imediatas e para composição de cadastro reserva. Com a organizadora definida, o próximo passo para a realização do certame será a publicação do edital de abertura, o que deve ocorrer muito em breve.

O último concurso do TJ-TO aconteceu em 2018, com abertura de vagas para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Foram selecionados profissionais para as funções de Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Técnico - Auxiliar Administrativo, Assistência à Editoração, Assistente Técnico - Programação de Computadores, Motorista, Técnico Judiciário - Atendente Judiciário, Técnico Judiciário - Contador/Distribuidor, Técnico Judiciário - Escrevente, Técnico Judiciário - Porteiro de Auditório/Depositário, Analista Judiciário, Analista Técnico - Ciência da Computação, Serviços Notariais e de Registros, Técnico Judiciário - Escrivão e Oficial de Justiça Avaliador.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis