Alavanque os seus estudos!

quinta-feira, 28 de abril de 2016

TRT 3 anula prova objetiva da Magistratura

O TRT 3, Minas Gerais, publicou em seu site aviso notificando quanto a anulação da prova objetiva da Magistratura ocorrida no último dia 03 de Abril.

Os motivos foram: por ser constatado que,dentre as 100 questões elaboradas,pelo menos 26, em tese, não aferem o real conhecimento dos candidatos, considerando-se 12 contrárias ao art. 36 da Resolução 75/2009 do Conselho Nacional de Justiça e ao item 10.4, do Capítulo X do Edital (questões de nº 7, 11, 18, 25,32, 36, 51, 56, 57, 81, 86 e 87), 11 questões com conteúdo semelhante às do Concurso de 2010 (que stões nº 6, 10, 15, 28, 29, 35, 40, 70,71, 72 e 98), e 3 questões alteradas após o transcurso de 1h30min de prova (questões nº 24,60 e 65), sem o correspondente aviso em todas as salas. 
Segue nota:
 Fonte: TRT 3

quarta-feira, 20 de abril de 2016

TST altera e cancela súmulas e orientações jurisprudenciais em função do novo CPC

O Pleno do Tribunal Superior do Trabalho aprovou, em sessão extraordinária realizada nesta terça-feira (19), o cancelamento das Súmulas 404, e 413 e a alteração da redação das Súmulas 263, 393, 400, 405, 407, 408 e 421. A proposta, apresentada pela Comissão de Jurisprudência e Precedentes Normativos, baseia-se na necessidade de adequar a jurisprudência consolidada do TST aos dispositivos do novo Código de Processo Civil (Lei 13.105/2015).

Na mesma sessão, o Pleno aprovou a atualização, sem alteração do conteúdo, das Súmulas 74, 353, 387, 394, 397, 415 e 435, as Orientações Jurisprudenciais 255, 310, 371, 378, 392 e 421 da Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) e as Orientações Jurisprudenciais 12, 34, 41, 54, 78, 101, 107, 124, 136, 146 e 157 da Subseção 2 Especializada em Dissídios Individuais (SDI-2). "Não obstante algumas súmulas e orientações jurisprudenciais precisem ser canceladas e outras necessitem de revisão, há aquelas que carecem apenas de atualização dos dispositivos de lei nelas mencionadas, sem qualquer alteração do entendimento", explica o presidente da Comissão de Jurisprudência, ministro João Oreste Dalazen.

Confira, abaixo, a nova redação das Súmulas que sofreram alteração no conteúdo:

segunda-feira, 18 de abril de 2016

TRE/SP: Confira dez motivos para participar do concurso

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo é apontado por servidores e especialistas em concursos com uma dos principais órgãos para se trabalhar. Entre as principais vantagens apontadas estão os benefícios, a possibilidade de crescimento e o incentivo à qualificação, além de grandes chances de convocação para os aprovados. Para esclarecer um pouco mais os atrativos do órgão a FOLHA DIRIGIDA lista os dez principais motivos para participar do concurso do TRE-SP:

1) SALÁRIOS
Uma das grande vantagens da área de tribunais são os bons salários oferecidos para cargos de nível médio e superior. Em muitos casos os valores são compostos pelo salário base e pela gratificação de atividade judiciária (GAJ). No caso do TRE-SP um técnico de nível médio recebe R$5.425,79 em início de carreira. O valor inclui o salário de R$2.824,17, a GAJ de R$2.541,75 e a vantagem pecuniária individual – VPI de 59,87. Já para analista os vencimentos são de R$8.988,95, já incluo o salário de R$4.633,67, a GAJ de R$4.170,30 e a VPI de R$59,87.

2) BENEFÍCIOS
Os recebimentos não se restringem ao salário. O Tribunal ainda oferece benefícios como auxílio alimentação, no valor de R$799, para todos os servidores e assistência pré-escolar, de R$632, para quem tem filho de até 6 anos e 11 meses. Os ativos ainda contam com auxílio transporte e assistência médica e odontológica.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

PGE RJ: Avançam preparativos do concurso para a área de apoio

Um dos concursos mais aguardados na esfera estadual voltou a esquentar. Trata-se da seleção para as carreiras de técnico e analista da área de apoio da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ). Fontes ligadas ao órgão revelaram que assessores da procuradora-geral do estado, Lucia Léa Guimarães Tavares, reuniram-se com os servidores da PGE-RJ, no final do mês passado, para tratar de diversos assuntos, entre os quais, o concurso. Nesse encontro, foram passados diversos detalhes da seleção. 
O primeiro deles é que a Fundação Carlos Chagas (FCC) está, de fato, confirmada para ser a organizadora. A pendência é a assinatura do contrato, o que não deverá demorar a acontecer. Essa definição foi um dos motivos para o atraso do concurso, além da crise financeira. É que a procuradoria observou a falta de uma competência da FCC, exigida pelo órgão.

Esse entrave já foi removido, e a instituição deverá, muito em breve, ser anunciada oficialmente como a organizadora do concurso. Outro dado passado pelas fontes foi que o processo administrativo, com as informações do concurso e que há meses estava na Coordenadoria Geral do Sistema Jurídico (PG15), foi encaminhado à Diretoria de Gestão (PG12). 

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Concurso Público para servidores do TRT20 é autorizado

O Pleno do TRT20 autorizou a abertura de Concurso Público para provimento dos cargos vagos de servidores no Tribunal. A decisão foi tomada em Sessão Administrativa realizada na última quinta-feira, 31/03/2016.

A Resolução Administrativa que autoriza o concurso seletivo e o estabelecimento de critérios pertinentes a sua realização foi publicada hoje, 01/04/2016, e ainda não é possível informar o número de vagas e os cargos que estarão disponíveis. Novas informações serão gradativamente divulgadas nos meios de comunicação do Tribunal.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis