Coaching para Concursos e OAB

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

INSS: Previsão de nomeações em agosto anima candidatos

Em razão da carência de servidores no quadro do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o diretor de Gestão de Pessoas da autarquia, José Nunes Filho, afirmou que as nomeações dos aprovados no atual concurso, que segue com inscrições abertas até o próximo dia 22 (veja matéria abaixo), terão início tão logo o resultado seja homologado. “A nossa previsão é para nomeação ainda este ano, dentro de um cronograma, ocorrendo por volta de agosto”, disse ele em entrevista à TV Anasps no dia 3 de fevereiro. 
 
A notícia animou a semana de Carnaval dos candidatos que, mesmo em meio à folia, seguiam mergulhados na preparação para as provas da seleção, marcadas para 15 de maio. Na última sexta (12), Folha Dirigida foi até o curso preparatório Degrau Cultural para saber o que eles acharam dessa previsão. Será que estão mais animados? Essa sinalização de urgência poderá significar o preenchimento de mais vagas durante a validade do certame, além das 950 que constam do edital?

Para a administradora de empresas Fernanda Mazurek, de 40 anos, a sensação é de alívio. Ela está estudando desde março do ano passado na expectativa de abertura do concurso, mas o curso dela acabou fechando as portas antes de o edital ser liberado. Em dezembro de 2015, o concurso finalmente foi divulgado, e Fernanda não hesitou em se matricular novamente nas aulas preparatórias. 
 
Para ela, a declaração do diretor de Gestão de Pessoas do INSS reforça a tese de que haverá muitas contratações. Além do alívio, empolgação e esperança envolvem a concurseira. “Com certeza a chance de mais gente ser aproveitada é muito grande. E isso me deixa ainda mais animada”. Desempregada, Fernanda deposita no concurso toda sua dedicação, na tentativa de conseguir estabilidade financeira para criar a filha, de apenas três anos. “Não aguento mais essa insegurança que estamos vivendo”, diz ela que, mesmo com criança pequena em casa e o barulho que veio das ruas, conseguiu estudar durante o Carnaval.

Bruna Carolyni, de 29 anos, não acredita que essa emergência de contratação possa significar mais vagas do que o previsto. Ela acha que, caso seja necessário, poderá até mesmo ser realizado outro concurso. “A esperança de todo mundo é que aumente o número de oportunidades sim, mas eu não estou com essa mentalidade”. Focada nos estudos, a candidata se mostra calma, porém, dedicadíssima. Ciente de que todos querem a aprovação, e cada um tem lá seus motivos, ela acredita ter uma motivação especial. Há algum tempo, Bruna largou sua área de atuação para empreender. Porém, não escolheu o melhor momento para tomar essa atitude - acabou afetada pela crise, o que tornou seus últimos anos bem complicados. Casada há um ano, sonha em construir uma família e tem a noção de que para isso é preciso estabilidade. “A aprovação significaria o início de um período próspero para que nós consigamos atingir nossos objetivos juntos”, explica.

Para Manoel Carlos também não falta inspiração. Isso fica claro quando se lê o nome que ele utiliza no seu perfil do Facebook: “Manoel Concurseiro”. Já imerso na carreira pública, ele não poupa esforços na hora de incentivar outras pessoas a seguirem a mesma trilha. Não por acaso é administrador de um grupo, na mesma rede social, cujo objetivo é possibilitar a troca de informações, dicas e incentivo entre os participantes. Ele leva isso tão a sério, que assim que soube do anúncio de José Nunes Filho pela Folha Dirigida, lembrou logo: “Preciso compartilhar essa notícia com o pessoal da comunidade!”. Apesar ter tomado ciência dessa informação apenas na hora dessa entrevista, Manoel não se surpreendeu, já que da data de realização das provas até agosto se passam três meses. Segundo ele, tempo suficiente para que a comissão organizadora conclua a seleção e inicie as convocações. De qualquer forma, o cronograma estipulado é uma ótima notícia e certamente fará com que os concurseiros intensifiquem o ritmo de estudo, já que pensar que a nomeação se aproxima é mais uma forte motivação. “Saber que a vida pode mudar da água para o vinho em poucos meses é sensacional”, opina.

Publicidade
Para quem ainda estava indeciso sobre entrar ou não nessa disputa, o anúncio de que as convocações terão início já em agosto pode ser o incentivo que faltava para embarcar na disputa pelas 800 vagas de técnico, ou mesmo pelas 150 de analista - também de olho nas oportunidades extras que deverão ser abertas durante a validade do concurso. Para esses concorrentes de última hora, Bruna Carolyni deixa um conselho. “É importante pesquisar o histórico da banca organizadora e da instituição antes de se inscrever e começar a estudar”, pondera ela, segura de que a escolha certa do cargo a se disputar é o primeiro passo para chegar ao sucesso na carreira pública.

Só mais sete dias para fazer a inscrição

Os interessados em ingressar no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem atentar para a reta final das inscrições no concurso destinado a preencher 950 vagas, sendo 800 de técnico do seguro social (nível médio e remuneração de R$5.344,87) e 150 de analista do seguro social (para graduados em Serviço Social, com ganhos de R$7.954,09). O prazo para cadastros estará aberto somente até a próxima segunda-feira, dia 22, restando, portanto, sete dias para inscrever-se, a partir desta terça, 16. Para fazer o cadastro, o candidato deve acessar o site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB) e pagar, até 18 de março, a taxa de R$65, para técnico, e R$80, para analista. Membros de família de baixa renda, inscritos no CadÚnico, podem pedir a isenção, no site do organizador, até o último dia de inscrições. Há reserva de vagas para deficientes (5%) e negros (20%).

Conforme a presidente do INSS, Elisete Berchiol, disse a entidades sindicais, a autarquia já contabilizou parcial de 1 milhão de inscritos, o que mostra que o concurso será bastante concorrido. Das 950 vagas espalhadas pelo país, 21 são para o Estado do Rio de Janeiro, sendo 17 de técnico e quatro de analista. Esse número tende a aumentar, pois a autarquia possui grande necessidade de pessoal, além de iminentes aposentadorias. A expectativa é que haja a convocação de excedentes durante o prazo de validade do concurso, de um ano, prorrogável por igual período. Para isso, será necessária a solicitação de 50% das vagas ao Ministério do Planejamento, que, nos últimos anos, tem autorizado o INSS a convocar bastante excedentes. Na última seleção, em 2011, de 1.500 vagas de técnico, 5.020 aprovados foram convocados. Em agosto, as remunerações informadas passarão para R$5.498,90, no caso de técnico, e para R$8.135,25, no de analista, devido ao acordo sindical do ano passado. Os servidores têm direito ainda a assistência à saúde de R$117,78 (passará para R$145) e auxílio-creche de R$73 (passará para R$321). O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade empregatícia.

Inscrições: www.cespe.unb.br/concursos/inss_2015/
 
Fonte: Folha Dirigida
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis