Coaching para Concursos e OAB

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Depoimento do Aprovado - Nuza Lopes (Analista Judiciário - TRT 23 região)

Sabe aquelas perguntas que você estava doido para fazer aos concurseiros aprovados??
A Concurseira Dedicada faz por você!!

A entrevistada de hoje é Nuza Lopes, Analista Judiciário do TRT 23 região.

1- Nome
Nuza Diniz Lopes

2- Área de formação
Direito, PUC-GO

3- Cargo em que foi aprovado
Analista Judiciário TRT 23 região

4- Já havia sido aprovado anteriormente? Em que concurso?
Anteriormente tinha sido aprovada pra procuradora do município de Palmas, mas concurso foi cancelado. Posteriormente a aprovação deste atual cargo, fui classificada no TRT Manaus, Natal e Campinas.


5- Quanto tempo demorou a ser nomeado?
Quase os 4 anos de validade!!!

6- O que sentiu ao saber da aprovação?
GRATIDÃO!

7- Pretende continuar estudando para concursos? Para qual cargo?
Sonho em ser Procuradora do Trabalho. Mas.... hoje estou com um outra prioridade (família e filhos)

8- Há quanto tempo estudava para concursos?
Vixxi! Quase 5 anos. Batalha aqui foi pesada!

9- Quantas horas por dia dedicava aos estudos?
Umas 7, 8 hrs líquidas por dia.

10- Tinha dedicação exclusiva?
TOTAL.

11- Fez planejamento de estudos?
Humm... não tinha um plano certo,

12- Estudava quantas matérias por dia?
Umas 4, 5.

13- Fez cursinho? Online ou Presencial?
MUITOS! Tanto presencial quanto online.

14- Fazia turma intensiva ou regular?
Sei lá. O que é isso?? Kkkk Fiz muitos cursos. Intensivo I e II. Um específico pra TRT regular, depois mais um monte online.

15- Estudava por mapas mentais ou resumos? Eram elaborados por você?
Não era bem resumos, mas algumas coisas que caiam demais na prova eu costumava anotar. Mapas mentais nunca usei.

16- Qual foi sua maior dificuldade durante o período de preparação?
Pressão psicológica que eu exercia em mim mesma.

17- Passou por períodos de desânimo? Se sim, o que fazia para retomar os estudos?
Vários. Pensava em tudo o que já tinha estudado, e que não dava mais pra voltar atrás rsrs

18- Chegou a pensar em desistir?
Perdi as contas de quantas vezes eu pensei nisso :P

19- Tinha o apoio de sua família e amigos?
Em partes. Família nunca acha que estudamos o suficiente e amigos pior ainda. A verdade é que nessa hora não dá pra contar com apoio de ninguém, só de Deus mesmo.

20- Costumava sair aos finais de semana?
Sim. Sábado sempre estava na rua.

21- Praticava exercícios físicos?
Todos os dias, exceto domingo.

22- Usava as redes sociais no período pós edital?
Sim, com moderação.

23- O que costumava fazer no dia anterior à prova?
Passeava no shopping.

24- Arrepende-se de algo que fez ou deixou de fazer durante sua preparação?
Arrependo de ter desviado do foco de um concurso específico algumas vezes. Talvez se tivesse focado só em trts, teria passado mais rápido, em acho.

25- Deixe um recado aos concurseiros
Acho que vou deixar o depoimento que sempre deixo, porque os concurseiros dizem que é ótimo e motiva eles.

Bom, há 5 anos eu me formei em Goiânia. Fiz OAB e resolvi estudar pro concurso do TRT GO em seguida. Estudei os 2 meses que me restavam intensivamente... mas eu nem imaginava que eu precisaria estudar muuuuito mais para passar.

Ai eu comecei. Estudava umas 8 horas/dia. No primeiro ano eu entrei de cabeça mesmo. Não fazia nada! Só malhava (importantíssimo) e estudava. Foi a pior decisão da minha vida. Eu respirava concurso e comecei a ter alguns problemas de saúde. Tive gastrite, labirintite (esta começou no meio de uma prova do trt campinas). Diminui então um pouco o ritmo, tentava sair um pouco de casa, mas a minha cabeça não deixava que eu desligasse dos estudos. Foi então que eu comecei a ter "fobia social". Quando eu estava em algum lugar que não fosse na biblioteca ou em casa eu me sentia tão ansiosa que começava a suar frio, ficava tonta, coração disparava e eu tinha que ir embora. Era a pior sensação do mundo. Eu me perguntava por que eu estava passando por aquilo, logo eu que fui sempre sociável e baladeira antes de iniciar os estudos.

Mas eu continuava. Mesmo com todos os problemas eu não conseguia desistir. Passar por tudo aquilo em vão? Jamais.

Comecei a me apegar em Deus. Pedia pra ele todos os dias me livrar daquela situação. Virei evangélica. E a frequentar grupos de oração etc. (Não estou fazendo apologia ao evangelismo, mas foi muito importante pra mim ter em quem/algo a me apoiar)

Eu prestava provas de TRT no Brasil inteiro. Fiz 23 provas do trt. Um dia, na prova do TRT de Rondônia eu tive uma insônia antes de pegar o voo pra lá. Por causa da fobia eu ficava agoniada em lugares fechados, e viajar de avião estava se tornando cada vez mais difícil. Eu suava, tinha diarréias em pleno voo, e tremia e orava o voo todo. Naquele dia as 4 da manhã (eu pegaria o voo as 8) eu orei e pedi a Deus que me desse uma direção. Se ele me desse alguma palavra sobre conforto, casa, eu ficaria em casa e não iria a Porto Velho, mas, se ele me desse uma palavra de avião, viagem etc eu iria. Foi aí que eu abri a Bíblia nessa passagem:

Isaías 57: 10. " Na tua longa viagem, te cansas, mas não dizes é em vão. Achas o que buscas, por isso não desfaleces"

Nossa, nessa hora eu me arrepiei inteira e tive a certeza que iria passar nessa prova. E fui. Passei mal o voo inteiro, e tive uma nova insônia um dia antes da prova. Fui ao pronto socorro às 3 da manhã, (a prova era a tarde) tomei diasepan na veia e o médico me recomendou que ao chegar em Goiânia eu procurasse um psiquiatra. Voltei pro hotel e não consegui dormir!!!! Eu delirava, via uns quadrados, loucura mesmo! Fui pra prova, e de madrugada era nosso voo. Já se completava 48 horas sem dormir. No avião todos dormiam, menos eu. Faríamos uma conexão em Brasília, e uma hora depois iríamos para Goiânia. Chegando em Brasília, a ÚNICA conexão que estava diferente dos outros amigos era a MINHA! Eu ficaria em Brasília mais 4 horas pra voltar pra casa. E já se passavam 72 horas sem dormir. Eu desabei naquele dia. Jurei que nunca mais prestava concurso. Chorei demais no aeroporto, implorei pra ir no voo com eles. Mas disseram que estava lotado.... E era mentira. O voo foi vazio. Ao chegar em Goiânia sozinha, eu desabei de chorar em casa. Meus pais me apoiaram na decisão. E dormi por 24 horas seguidas.

Procurei um psiquiatra. Comecei a tomar lexapro e frontal para diminuir a ansiedade. Eu tinha uma prova já marcada e paga pro TRT 23 região que seria um mês depois.

Comecei a me sentir melhor com os remédios e decidi fazer a prova, mesmo sem estudar nada. Só dormia nesse mês, tratando o psicológico.

O resultado dessa prova foi animador. Fiquei em 71 para o polo IV e com chances de ser nomeada.

Me animei e voltei os estudos. Foram mais 3 anos de luta. Passei em Manaus, em Campinas. Repeti várias provas nós mesmos lugares. Já que já se passava de 4 anos de estudo.

A prova do TRT de Goiás iria acontecer de novo. Era a minha chance de passar em casa. Eu abracei esse concurso com todas as minhas forças. Estudava o dia todo e nos fds também. Foi aí que um mês antes da prova minhas amigas combinaram um encontro em pleno terça feira as 19:00. Eu não tinha o direito de largar os estudos para encontrar com elas. Minha cabeça não deixava e eu fiquei estudando enquanto elas se encontraram. Éramos um grupo unido de 6 melhores amigas. No sábado da mesma semana pela manhã eu recebi uma ligação. Deixei tocar porque eu não podia atender minha amiga, estava estudando poxa! Senti raiva dela estar me ligando sabendo que eu estava estudando. Mas ela não desistia de insistir na ligação e eu resolvi acabar com aquele barulho logo. Veio a notícia: "A Luanna morreu de acidente de carro nessa madrugada"

Meu Deus, agora éramos 5. Eu não acreditava que não tinha ido encontrar com ela naquela semana. Fiquei inconformada e odiei meus livros naquele dia.

Fiquei sem estudar umas 2 semanas, só pensava nela. É só pedia a Deus minha aprovação no trt Goiás para que aquele dia que eu faltei na presença delas, fosse "recompensada". Burra eu, fazer "barganha" com Deus?

No dia da prova, 10 min antes de entrar eu li sobre o que caiu na questão discursiva. Eu sabia TODAS as questões da prova e tinha certeza da minha aprovação.

Quando saiu o gabarito me animei. Foi a primeira vez que tinha fechado a prova de direito. Acertei TODAS. Mas errei 5 de português e as 3 de regimento que estava na parte específica, valendo muito. O resultado? Não passei por 1 mísero ponto. 1 ponto! Uma questão de português! Eu não acreditava, e mais uma vez chorei. Chorei demais, pq eu e minha família tínhamos certeza da aprovação.

Mas eu levantei e continuei os estudos. Firme. Bem mais leve que antes. Eu saia nos fds, descansava aos domingos. Mas estudava das 9 da manhã as 21:00 com pausa pra academia todos os dias.

Eu estava estudando muito pro trt mg que estava pra sair. Fiz novos cursos, e foquei muito.

Faltava pouco para ser nomeada no Mato Grosso, e muuuito pouco para concurso expirar. Todos achavam que eu devia falar com o papa pra ser nomeada kkkkk. Mas eu estava calma, e tinha certeza que se Deus tinha me prometido, ele iria cumprir. Eu estava disposta a esperar o tempo que fosse.

Em maio deste ano, numa terça feira eu estava no grupo de oração, e deu este mesmo testemunho que estou narrando agora. Agradeço a Deus por tudo o que eu tinha passado. Porque por meio do concurso ele me transformou em uma nova mulher, me transformou num ser humano melhor. Aprendi a dar mais valor na minha família e amigos. O concurso era só uma fase da minha vida e não a minha vida! Ser nomeada naquele momento era só uma consequência do meu esforço, era só a cereja do bolo!

No outro dia, quarta feira, no dia da comemoração do meu aniversário (ia comemorar 3 dias antes pq ia viajar pra descansar no Araguaia) eu estava estudando quando minha mãe me liga e diz: "filha, pode parar de estudar. A moça do RH ligou agora, você foi nomeada"

Eu não acreditava!!! Era a melhor notícia que eu podia receber. Fechei os livros e só conseguia agradecer!! Deus é fiel! Um dia após o testemunho que eu tinha dado!!! Como ele foi perfeito!

Hoje eu estou aqui. Sou AJAJ em uma cidade linda que se chama Nova Mutum. Grata a Deus por tudo o que ele me proporcionou nessa jornada e por ter feito meu sonho real.

Acreditem! Confiem! E acima de tudo lutem! Com todas as forças! A nomeação chegará, só basta acreditar e não desistir!!

Forte abraço


-> Quer participar da coluna depoimento do aprovado? Deixe nos comentários seu e-mail e cargo em que foi aprovado que entrarei em contato via e-mail! ;)




12 comentários:

  1. Muito obrigado por compartilhar conosco a sua história, querida ;)

    ResponderExcluir
  2. muito emocionante! obrigada! Obrigada! Obrigada! seu testemunho edificou a minha fé!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns querida!!! Que você seja muito feliz! Realmente uma batalhadora e merecedora de todo o seu esforço!

    ResponderExcluir
  4. Ufa! Cheguei as 23:40 da faculdade hoje, 17/02/2016, e fiquei curioso em ler o depoimento antes de estudar para o concurso.E sabe o que aconteceu?Estou super motivado com a história dessa guerreira, ainda mais quando tinha todas as desculpas para desistir- mas continuou na luta até o "RH da sua mãe" mandar parar de estudar (kkkkk). Parabéns Nuza!

    ResponderExcluir
  5. Gente! Emocionante demais! Parabéns, és merecedora! Sucesso!!!!

    ResponderExcluir
  6. Que depoimento lindo, parabéns!
    Desejo que Deus lhe conceda muita saúde e que
    seja muito feliz nessa nova fase.

    ResponderExcluir
  7. Deus é BOM todo tempo! Que depoimento abençoado e edificante para as nossas vidas!

    ResponderExcluir
  8. LEIAM ESTE DEPOIMENTO! É intenso, honesto e maravilhoso. Nuza, também estou estudando pra TRT's e desmotivada por conta das minhas redações, que sempre me colocam muito atrás na classificação. Penso muitas vezes em desistir porque é um sofrimento, não só pra mim, mas também, pra minha mãe que me acompanha na jornada.Porém, sinto uma dó por todo o conhecimento que acumulei, pelas tantas horas de estudo, por todos os resumos, MILHARES de exercícios.Enfim, Aguardo, por coincidência, o resultado do recente concurso do TRT-MT, na esperança de que, dessa vez, Deus esteja no comando da minha redação, rs. Um abraço, parabéns pela sua conquista e por este depoimento.

    ResponderExcluir
  9. Vim aqui, depois de uma prova do TRT8, tentando buscar uma motivação pra mim.. A prova foi esse domingo, dia 13/03/2016. Estava estudando pra analista e tecnico.. Analista foi terrível e tecnico a prova tava fácil.. Mas eu errei duas questoes que eu sabia. Meu Deus, nunca vou me perdoar por ter errado essas duas, pq eu tinha estudado sobre.. eu não sei o que aconteceu :((
    Esse foi meu primeiro concurso e ja fiquei com medo de não conseguir passar em nenhum por causa dessa minha cabeça!
    Sou mto parecida com vc.. ansiosa demais e me cobro muiiito. E, depois do seu depoimento, posso dizer que não vou desistir.. por mais que demore.

    ResponderExcluir
  10. Depois do depoimento do José Neto esse pra mim foi o MELHOR!
    Parabéns pela conquista!
    Que Deus te abençoe guerreira!

    ResponderExcluir
  11. Depoimento inspirador... Deus nunca desampara o justo tudo vem no tempo certo. Se semearmos com dedicação colheremos os frutos.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis