Coaching para Concursos e OAB

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Defensoria-SP: Concurso em pauta para nível médio e superior; organizadora definida

A Defensoria Pública de São Paulo iniciou o planejamento para dois novos concursos, um destinado ao cargo de defensor público e outro ao quadro de apoio, com oportunidades para oficial de defensoria (nível médio) e agente de defensoria (superior). O órgão já definiu a Fundação Carlos Chagas como organizadora das seleções por meio de dispensa de licitação e agora se concentra no levantamento da carência para então definir a oferta de vagas dos concursos.

A expectativa é que o primeiro edital seja para defensor, uma vez que todos os aprovados no último concurso, homologado ano passado, foram nomeados. Para os cargos de oficial e agente, o Departamento de Recursos Humanos informou que o último concurso foi prorrogado até maio de 2017, mas, como existem poucos aprovados em lista de espera, um novo concurso ser fará necessário.

Além disso, a Defensoria ganhou em 2013 mais 512 vagas por meio da Lei 1.203, de 25 de junho. São 352 vagas para oficiais e 160 para agentes, que podem ser preenchidas por remanescentes e por aprovados no próximo concurso.Dos 938 aprovados para oficial de defensoria, 526 já foram nomeados. Destaque para as regionais do Grande ABCD e de Jundiaí, onde a lista está zerada. Na capital já foram chamados 340 dos 434 aprovados, o que indica que a lista deve terminar antes do fim da validade.


No caso de agente de defensoria já foram nomeados 46 dos 81 aprovados, mas neste caso o concurso só contou com vagas para as áreas de administrador de redes, administrador de banco de dados, análise de sistemas, contador, engenheiro civil, engenheiro elétrico, engenheiro de redes e programador, esses dois últimos com todos os aprovados já nomeados. Porém, o cargo conta ainda com áreas como Administração, Arquitetura, Serviço Social, Sociologia, Desenho industrial, Comunicação Social e Psicologia, que já não contam com concurso dentro do prazo de validade sendo assim áreas prováveis para o próximo edital. O cargo de defensor público conta com vencimentos iniciais de R$18.431.

Para concorrer é necessário ser bacharel em Direito e ter no mínimo dois anos de prática jurídica, adquirida após a formação. Para oficial a exigência é de nível médio e a remuneração inicial é de R$2.300, podendo chegar a R$4.622 ao longo da carreira. Já para agente é necessário superior na área de atuação e, em alguns casos, registro no conselho de classe. Neste caso o vencimento inicial é de R$5.500, podendo chegar a R$8.843.

CONTRATO COM A FCC – PUBLICADO NO DO DIÁRIO OFICIAL DO DIA 4 DE JULHO
DE 2015
CONTRATANTE: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CONTRATADA: FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS - FCC
Objeto: Constitui objeto do CONTRATO a prestação de serviços técnicos
especializados de organização e aplicação das provas do Concurso
Público do VII Concurso para ingresso na carreira de Defensor
Público.
MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO: Dispensa de licitação com fundamento no
artigo 24, Inciso XIII, da Lei 8.666 de 21.06.93
DATA DE ASSINATURA DO CONTRATO: 29-06-2015
VIGÊNCIA: O prazo de vigência deste Contrato terá início a partir da
data da sua assinatura e encerrar-se-á após a entrega dos resultados
finais
GESTOR: Nomeio como gestor do contrato o Defensor Público Coordenador
da Assessoria Jurídica, Dr. Pedro Pereira dos Santos Peres.
Processo Administrativo 4189/2014
Dispensa de Licitação 24/2015
Contrato 38/2015
CONTRATANTE: DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE
SÃO PAULO
CONTRATADA: FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS - FCC
Objeto: Constitui objeto do CONTRATO a prestação de serviços técnicos
especializados de organização e aplicação das provas do Concurso
Público do IV Concurso Público para ingresso na carreira de Oficial
de Defensoria Pública e III Concurso para Ingresso na Carreira de
Agente de Defensoria Pública.
MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO: Dispensa de licitação com fundamento no
artigo 24, Inciso XIII, da Lei 8.666 de 21.06.93
DATA DE ASSINATURA DO CONTRATO: 29-06-2015
VIGÊNCIA: O prazo de vigência deste Contrato terá início a partir da
data da sua assinatura e encerrar-se-á após a entrega dos resultados
finais
GESTOR: Nomeio como gestor do contrato o Diretor Técnico de Defensoria Pública, Ricardo Amorim Leite.

Fonte: Folha Dirigida

3 comentários:

  1. Bom dia! Eu fui aprovada em 2013 para oficial de Defensoria em SP, estou entre estes que não foram chamados ainda, quando abriu novo edital fiquei assustada, pois entendi que não ia chamar mais e o prazo do concurso tinha acabado. Pelo que entendi ainda poderei ser chamada até o final do ano? o concurso foi prorrogado e ainda está valendo? eles não deveriam abrir concurso somente depois que acabassem de chamar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana Paula, vc precisa ver qual o prazo de validade do último concurso e se foi prorrogado. Veja no site da Defensoria.
      Se ainda estiver no prazo de validade, mesmo com outro concurso eles podem continuar chamando, mas se tiver expirado só convocarão os novos aprovados, salvo se vc tiver passado no número de vagas. Neste último caso vc tem direito a ser chamada. bjs e bons estudos!

      Excluir
  2. Quantos acertos você fez e qual nota final? Estou sem noção das notas por conta dessa padronização

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis