Coaching para Concursos e OAB

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Como organizar a rotina de estudos para um concurso público

Aqui vocês verão dicas da Lia Salgado sobre como administrar o tempo para cada disciplina e como fazer as revisões de conteúdos, além de dar dicas sobre o modo de resolver exercícios.

Tempo de estudo
Pergunta: "Estudo todo o conteúdo da disciplina ou grande parte dela por dia? Estabeleço um dia específico da semana para estudar um item da disciplina em questão? Como fazer uma boa revisão antes da prova?"

Segundo a especialista, o recomendável é reservar um dia ou um turno de estudo para cada disciplina e, neste período, estudar o que for possível, seguindo o conteúdo. "Quando acabar o horário de estudo, você anota onde parou para poder retomar daquele ponto no próximo turno da mesma matéria", reforça.

Lia sugere que o candidato estude todas as matérias em paralelo, distribuindo-as pelos turnos da semana ou da quinzena.

"Quanto às revisões, devem ser feitas regularmente, e não só perto da prova. Para isso, você precisa preparar gradativamente um bom material com as principais informações da teoria, fórmulas e até onde encontrar os exercícios que você considere importantes. Faça algo visual, em vez de resumos escritos – são as chamadas fichas-resumo. E não se preocupe em fazer algo perfeito, porque esse material será construído aos poucos e melhorado sempre, a partir do estudo e das revisões", afirma.

Revisão de conteúdo
Todas as noites, a internauta Valéria faz um resumo com os exercícios estudados. "De quanto em quanto tempo eu preciso retornar a esse resumo e revisar os conteúdos? Seria bom se eu reservasse um dia da semana? Como os assuntos são cumulativos, vai chegar uma hora em que eu vou gastar mais tempo revisando do que estudando novos conteúdos", questiona.

Lia Salgado explica que as revisões durante o estudo devem ser periódicas e gradativas, de acordo com o tamanho dos pontos e da facilidade em cada matéria.

"Por exemplo: você estuda os pontos 1 ao 4, preparando um bom material e faz uma revisão. Segue até o tópico 8 e revisa do 5 ao 8. Vai até o 12, revisa do 9 ao 12 e depois tudo o que estudou até ali (do 1 ao 12). Assim vai até o fim da disciplina, com revisões periódicas. Quando chegar ao fim, deve fazer uma revisão geral", afirma a especialista.

Lia recomenda uma revisão completa uma vez por mês. "As revisões devem ser cada vez mais rápidas, porque o seu material estará mais objetivo e você terá mais conhecimento na matéria. Eu faço a mesma recomendação de usar fichas-resumo em vez de resumo. Lembre que, antes da prova, você vai precisar revisar todas as matérias em pouco tempo", completa.

Resolvendo os exercícios
"Qual é a melhor forma de resolver exercícios para concursos? Posso responder a questão olhando pela teoria ou é melhor responder somente com o meu conhecimento e depois olhar se está correto ou não?", questiona uma internauta.

"No início do estudo, o exercício é para ajudar a compreensão e fixação do conteúdo. Por isso, não há problema em consultar a teoria – é até indicado. Quando você já se sentir mais segura, aí é interessante fazer isso sem consulta, para verificar se aprendeu", afirma Lia Salgado.

A especialista diz que, mais para frente, é importante resolver provas de concursos anteriores – desta vez sem consulta –, para checar o desempenho em cada disciplina e conseguir superar dificuldades antes do concurso.

Fonte: G1 - Por: Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro “Como vencer a maratona dos concursos públicos”

Um comentário:

  1. Eu tenho muita dúvida com relação à ficha resumo. Se for possível alguém postar a foto de uma com a anotação de um resumo para exemplificar? Muito grata

    Marta Valente

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis