Coaching para Concursos e OAB

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Redação nota 100 - TRT 5/BA - 2013 - Banca FCC - Técnico Judiciário

Hoje a redação nota 100 foi elaborada pelo Vinícius na prova do TRT 5/2013 para Técnico Judiciário.
Essa redação é ótima para acabar com alguns mitos/medos, especialmente sobre letra. Reparem que a letra do candidato não é perfeita, toda desenhadinha. Contudo, foi boa o suficiente para o examinador ler e entender.

Ao postar as redações nota 100, meu objetivo é mostrar justamente que não é impossível alcançar a nota máxima e que, muitas vezes, ficamos idealizando um padrão de perfeição que não é o exigido pelas bancas. A redação não precisa estar sem rasuras, com letra linda, estrutura e ideias perfeitas!

Aproveito para postar um puxão de orelha: Não tenho postado comentários cheios de críticas às redações. Acho que não cabe a nós avaliarmos se a pessoa merecia ou não a nota que recebeu. Aquela foi a nota e ponto final! Então, leia as redações, tente tirar a melhor lição que puder e ponto. Utilize-as como estímulo para aprimorar a sua. É bem chato ler comentários que só tem o objetivo de desmerecer o candidato.

Bom, finalizadas as considerações iniciais, vamos analisar a redação?

Texto 1
Desde o seu surgimento, a publicidade, que procura estar em sintonia com a visão dos grupos sociais aos quais se destina, extrapola a finalidade meramente comercial e ajuda a criar e a consolidar estereótipos, sejam de uma nação ou grupo de indivíduos.

Texto 2
Os discursos dos meios de comunicação, que comumente são acusados de reforçar os conteúdos negativos de certos estereótipos sociais, poderiam contribuir, no entanto, para a sua desconstrução.
(Adaptado de: www.vcs.br)

Considerando o que consta das passagens acima, desenvolva um texto dissertativo-argumentativo posicionando-se a respeito do tema:

A contribuição da mídia para a construção e a desconstrução de estereótipos

(Clique em CTRL + para zoom)





11 comentários:

  1. Não consegui ler, não entendi a letra :\

    ResponderExcluir
  2. Este deu sorte, porque fez o que muita banca desconta. Ele colocou palavra uma palavra com um traço em cima de outra palavra.

    ResponderExcluir
  3. Escreveu muito bem!!! A nota 100 foi merecida e com louvor! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. O que a banca se importou foi com a coesão e a clareza que foi imposta no texto feito pelo candidato e a opinião critica dele. Mereceu, portanto, ter a nota 100. Eu inclusive fui candidato neste concurso e o que me matou foi a palavra "Esteriótipos", pois não sabia o significado ao certo para focar no texto. Porém, pelo texto motivador, pude dissertar, chegando quase na opinião dele. Não fui classificado, pois o que me matou foi Português. Abraços! e Boa sorte à todos!

    ResponderExcluir
  5. Nota 100 merecidíssima. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Alguem conhece quem faz correção de redação? Estou encontrando dificuldade p/ encontrar alguém que me ajude...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Indico o curso de redação do NEAF com a professora Adriana Figueiredo.
      É um curso com Redação corrigida + áudio em que a professora comenta os erros e o que vc deve fazer para se aperfeiçoar nas próximas redações.
      Já fiz e gostei mto!

      1 tema: http://goo.gl/CP3V4U
      2 temas: http://goo.gl/FR745X

      abs e bons estudos!

      Excluir
  7. como nota 100 se falta o titulo da redação,dependendo do concurso não é nem lida a redação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A não ser que seja pedido, o título não é obrigatório.

      Excluir
    2. Não só não é obrigatório o título, quando não é pedido, como não deve ser colocado se não for pedido. Todos os professores de redação alertam pra isso. Vamos nos ligar mais na coisa. Abraço

      Excluir
  8. Obrigado pela postagem!

    Estudei redação com a Professora Flávia Rita, muito prestigiada entre os concurseiros por sua competência e sinceridade. E essa professora ensina que não se deve, mormente em provas de concursos, separar palavras ao final da linha, valendo-se de um traço abaixo da palavra, já que este deve sempre ser sobreposto à linha, ao lado da palavra dividida. Além disso, ela esclarece que não cabe separar palavras quando disso resultar apenas uma sílaba, seja na linha finalizada ou na que se inicia. Por fim, Flávia Rita também alerta que não se pode "cortar o 't'" completamente acima da letra, uma vez que nesse caso, constitui-se a letra "T" em sua forma maiúscula.

    Em contrapartida, na redação acima restou evidente que a FCC priorizou a coesão, clareza e estrutura em detrimento de questões relacionadas à estética textual. Com isso, me tranquilizei. Contudo fiquei em dúvida se:
    a) essa flexibilização é uma tendência da banca;
    b) ela desconsiderou por atribuir maior valor à capacidade argumentativa do candidato - hipótese na qual pode-se inferir que, sendo o texto "pobre", ela passaria a descontar nota por questões complementares também;
    c) essa flexibilização ocorreu por ser de nível médio o cargo avaliado. De modo que ela seria, a título de exemplo, mais rígida na correção dos estudos de casos recorrentes em provas de nível superior;
    d) tudo isso;
    e) outra(s) causa(s).

    Enfim, Concurseira Dedicada, de qualquer forma vou pesquisar acerca dessas questões ora levantadas, mas se você tiver alguma opinião sobre, eu ficaria feliz em saber qual é.

    Obrigado novamente.
    Sucesso!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis