Coaching para Concursos e OAB

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Para novo juiz do TJGO, candidato deve encarar concursos públicos com força de vontade e perseverança

“Tive que reduzir o tempo de convívio até com a minha esposa e meu filho.” A frase do juiz substituto Demétrio Mendes Ornelas Júnior, da comarca de Campos Belos (GO), resume o sacrifício feito pelo magistrado até a aprovação no concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Foram cerca de dois anos e meio de preparação para a magistratura, com seis horas diárias e contínuas de estudo. O esforço valeu a pena. Empossado no último dia 12 de dezembro, Demétrio traz de Belo Horizonte (MG) a experiência de cinco anos na advocacia privada. Aos 32, o juiz possui no currículo, também, uma aprovação para o cargo de analista do Ministério Públicomineiro (MP-MG).

“Decidi pela magistratura durante o exercício da advocacia, ao conhecer de perto como é o trabalho de um juiz”, explica Demétrio sobre a opção pela judicância. Graduado em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), desde 2007, o magistrado revela detalhes da rotina enquanto candidato ao certame do TJGO. “Em janeiro de 2011, reduzi consideravelmente minhas atividades como advogado, dedicando a maior parte do meu tempo aos estudos. Estudava cerca de seis horas por dia, inclusive aos sábados e domingos”, comenta.

Demétrio lembra que, à época dos estudos para a seleção do Tribunal de Justiça goiano, ele teve de abrir mão, inclusive, do trabalho. ”Fiz sacrifícios durante o tempo de estudo. Praticamente parei de trabalhar, reduzi o tempo antes dedicado a festas, saídas com amigos, eventos familiares, cinema etc. Enfim, diversão era algo raro. Quase todo o tempo disponível era dedicado aos estudos”, conta o magistrado.

Material didático

“Estudei em cadernos e livros. Também acompanhava sites especializados em jurisprudência dos tribunais superiores e artigos jurídicos”, explica Demétrio. O juiz do TJGO teve passagem, ainda, por escola preparatória para concursos públicos, na qual estudou por seis meses.

Família

Demétrio considera fundamental o suporte familiar recebido por ele durante a preparação para o concurso da magistratura. “O apoio da família também é muito valioso nesse momento”, declara o juiz substituto que assumiu os trabalhos na comarca de Campos Belos.

Trabalho

O magistrado pretende atuar com afinco na resolução de demandas afetas à ordem social. “(Eu quero) tornar-me um magistrado que contribua efetivamente com a justiça e com a boa solução dos conflitos sociais”, declara.

Dicas
“A minha dica é ter disciplina e força de vontade. Acho importante compreender que a aprovação no concurso público faz parte de um processo lento de aprendizagem e crescimento. Com o tempo, o candidato vai aumentando seu conhecimento e passando pelas fases dos certames, gradualmente, até a aprovação final. Para isso, basta não desistir e buscar aprender com os erros em cada prova. Especificamente em relação aos estudos, minha sugestão é estudar com afinco os informativos dos tribunais superiores, pois são bastante cobrados nas provas”, sugere Demétrio Mendes.

Fonte: Assessoria de Comunicação da ESMEG
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis