Coaching para Concursos e OAB

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Conheça os 10 mandamentos do 'rei dos concursos'

A mais recente edição da Revista Veja São Paulo teve como manchete "Os Sultões do Camarote", e como personagem principal, Alexander de Almeida, protagonista de um vídeo produzido pela mesma revista, sucesso na internet, no qual ele ensina os "10 mandamentos do rei do camarote". O empresário ficou conhecido por listar o que, segundo ele, "agrega valor" nas boates.

Mas nem todo mundo bebe champanhe, dirige Ferrari, veste roupa de marca e anda com segurança particular por aí. Para os concurseiros, muitos bem longe das "baladas", FOLHA DIRIGIDA Online preparou os 10 mandamentos do "rei dos concursos".

Conheça as regras que "agregam valor" à sua preparação.

1 - Estude
Claro que você tem que estudar. Não adianta fazer a inscrição e achar que vai passar com sorte. Priorize os estudos dos conteúdos que você menos domina; às vezes são esses conteúdos que comprometem o desempenho do concursando na prova. E lembre-se de outro detalhe: ninguém nasce sabendo. Não tenha vergonha de perguntar sobre qualquer assunto que não domina; seja humilde.

2 - Tenha um plano de estudo
Faça um quadro de horários. O candidato tem que saber que o tempo de estudo tem hora de acabar, ou seja, é uma meta finita. Isso facilita o comprometimento. Procure traçar horários de estudos a serem seguidos à risca, sem interrupção, barulhos ou qualquer outra coisa que venha incomodar e cortar a sua linha de pensamento.

3 - Leia o edital
Não seja ingênuo. É obrigação do concursando ler o edital do concurso; nele, você encontrará todas as informações necessárias, como período de inscrição, tipo de prova, conteúdos, número de vagas e todas as regras, desde a inscrição até a posse no cargo.

4 - Cuide da saúde
Está provado que uma boa saúde contribui muito para o bom aprendizado. O candidato não deve se descuidar dessa área, procurando fazer uma revisão médica. A prática de exercícios físicos, de forma moderada, a fim de evitar contusões, é benéfica, pois aumenta a resistência do candidato para o próprio estudo das teorias.

5 - Conheça a organizadora
Se o candidato analisa a prova antes de iniciar o estudo das matérias básicas, já direciona a preparação para aquela banca, sabendo se as questões são mais teóricas ou objetivas, se interpretação conta mais que conhecimentos de gramática, se as questões são mais longas ou mais curtas.

6 - Escolha a área
O candidato precisa escolher a área para a qual vai estudar e não o cargo. Por exemplo fiscal, policial, judiciária ou da saúde. Definido isso, o futuro servidor precisa verificar se a área que escolheu é compatível com seus valores e características. Se a pessoa não se encaixa no perfil da carreira escolhida, vai se tornar um profissional infeliz.

7 - Se precisar, entre em um cursinho
A escolha do curso ou do estudo em casa depende do perfil do concursando, além da disponibilidade de tempo e dinheiro. Vai depender também do estágio em que o candidato se encontra. Se você já tem um estudo pregresso que lhe dá segurança, vai conseguir estudar só; caso não, entre em um cursinho.

8 - Simule o dia da prova
Reúna provas de concursos anteriores ou comercializadas através de cadernos de testes e livros, separe o material de consulta recomendado pelo edital, o número de questões, o tempo de prova, e faça a prova! Tente simular uma prova do modo mais próximo possível daquele que irá encontrar no dia do concurso. Encare a simulação como peça integrante da grande engrenagem que é estudar.

9 - Descanse
Relaxe dias antes da prova, procurando não pensar e falar na avaliação. Afinal, você já estudou tudo que tinha para estudar, agora é só aguardar o dia da prova para colocar em prática o que aprendeu com seus estudos e dedicação. Nada melhor do que uma mente relaxada e fresca para se dar bem. Na véspera das provas o pior inimigo é a tensão.

10 - Acredite
Para encerrar, nunca deixe de confiar na sua preparação e de acreditar em você mesmo e que seu objetivo será alcançado o mais rápido possível. Seja persistente. Reprovar em um concurso não é motivo para desistir. Veja o que faltou à sua aprovação e se prepare para futuros concursos.


Fonte: Folha Dirigida
 
 

2 comentários:

  1. Tem como indicar , por gentileza , se existe um número adequado de questões de simulados ou provas anteriores e se é melhor fazer questões isoladas ou de provas anteriores?Um forte abraço aqui do norte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não tem limite. Não há formula para isso, quanto mais vc treinar melhor. Se vc está começando agora vale a pena pegar uma prova inteira do cargo que vc almeja para ter noção de como é cobrada cada questão e o nível da prova.
      O importante é treinar sempre!!!

      abs e bons estudos!

      Excluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis