Desafio

terça-feira, 9 de julho de 2013

Redação nota 100 - TRT 9/2010 - Banca FCC

Olá Concurseiros,
Trago hoje mais uma redação nota 100 da banca FCC. 
Gosto muito de postar essas redações para demonstrar que a banca não espera de nós "o impossível" para conceder nota máxima.
Nesta redação, vejam que o candidato não utilizou as 30 linhas e fez 2 rasuras.
Destaco, ainda, um ponto importante: o uso do título. Vale destacar que a prova não exigia do candidato apresentação de título e, mesmo assim, o candidato o colocou. Isso tirou pontos dele? Não! Acrescentou pontos? Acredito que não.
Digo isso com base nas aulas de redações que já assisti, sempre ouvi os professores falando para colocar título somente quando a prova exigir. Então, embora tenhamos um exemplo de redação nota 100 com título, mesmo sem a exigência do mesmo, vamos ficar atentos e evitar utilizá-lo quando não requerido. ok?

Vamos à questão:


DISCURSIVA − REDAÇÃO
1. Conforme Edital 01/2010 de Abertura de inscrições, Cap. IX, item 6h, será atribuída nota ZERO à Prova de Redação que não observar os limites mínimo de 20 (vinte) linhas e máximo de 30 (trinta) linhas.
2. Leia com atenção o texto seguinte:
Muita gente vê como opção compulsória a decisão entre “julgar com a cabeça” e “julgar com o coração”.
Nesses termos, razão e sentimento tornam-se incompatíveis. O homem deveria reconhecer e homenagear sua complexidade, jamais admitindo essa drástica separação, pela qual tanto o sentimento como a razão saem diminuídos.
3. Levando em conta o que afirma esse texto, redija uma dissertação em que você se posicionará, de modo claro e coerente,
diante do seguinte tema:


Quem julga sem equilibrar lucidez e sensibilidade não alcança a justiça.


 (clique na imagem para ampliá-la)

17 comentários:

  1. Muito obrigada!! Bacana ver uma redação nota 10 sem aqueles requisitos que insistimos em seguir e que não necessariamente nos trará o tão sonhado 10!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada por postar as redações nota 10. Para mim que estou começando a estudar para concursos é importantíssimo ter uma noção mais exata do que pede as bancas!! Parabéns pelo blog!!

    ResponderExcluir
  3. Obriagada, de fato essa redação e bem simples, porém bem objetiva.

    ResponderExcluir
  4. Tem como divulgar redações das provas para técnico do TRT?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jean! Não tem mta diferença de tema para as de analista não, mas assim que eu achar uma posto aqui. Ok?
      abs e bons estudos!

      Excluir
  5. Parabéns por fazer essa parte dedicada a redação. Há muito tempo procurava redações que me servissem de exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, fico feliz em ajudar!
      abs e bons estudos! =)

      Excluir
  6. Caramba! Como fiquei feliz ao ver essa redação. Sempre achei que uma redação de concurso precisaria ter as letras escritas como na escola(maiúsculas e minúsculas). Isso era minha maior dificuldade, pois escrevo mais ou menos parecido como a pessoa dessa redação, com quase todas as letras maiúsculas, apenas com diferenças de tamanho quando precisam ser maiúsculas. Escrever de um jeito que não estou mais habituado de alguma forma bloqueava um pouco meu raciocínio na hora de escrever. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, fico feliz em poder ajudar!
      Redação não é um bicho de 7 cabeças, como imaginamos.
      abs e bons estudos! =)

      Excluir
  7. Esta prova deveria ter recebido nota zero. Tem duas marcações evidentes, linhas 13 e 15.

    ResponderExcluir
  8. Ao lê algumas redações aqui no blogue me surgiu uma dúvida: o título da redação é obrigatório? porque assistindo algumas aulas o professor falou que seria desnecessário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia, o que os professores costumam indicar é que se use o título APENAS quando estiver o pedido expresso na prova.
      abs e bons estudos!

      Excluir
  9. Olá Débora, inicialmente venho parabenizar-lhe pela iniciativa do blog e pelas excelentes postagens, que são importantíssimas para nós concurseiros! Gostaria de saber qual o cargo que o referido candidato concorreu? Desde já agradeço a atenção. Bruno. (www.juspoliticando.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  10. Eu achei o texto ótimo. Excelente argumentação. Quisera eu escrever assim.
    Fiquei analisando os comentários nessa prova e em outras provas, e vi como nos tornamos críticos. O rapaz ali em cima daria nota zero porque a pessoa riscou e consertou 2 vezes.
    Espero que os avaliadores sempre tenham o bom senso, e pelo visto esses tiveram, de avaliar também que o candidato deve resolver umas 50 questões, pensar em uma gama enorme de coisas, fazer contas à caneta, achar espaço na prova para colocar seus cálculos, correr contra o relógio e ainda escrever uma boa redação. Tudo colabora para o nervosismo. É uma batalha enorme. Duas rasuras não são nada.
    Fiquei muito feliz de achar seu blog Débora..já compartilhei com alguns amigos. Parabéns pela iniciativa. E continue compartilhando! ;)

    ResponderExcluir
  11. Obrigada!! Recentemente voltei a estudar pra concursos, e redação é um gargalo, então em busca de material encontrei esse que é excelente. Parabéns e Sucesso!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis