Coaching para Concursos e OAB

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Como vencer o cansaço, inimigo do concurseiro

Os concurseiros que realmente “levam a sério” sua preparação têm seu objetivo bem definido, uma boa estratégia e plano de estudo bem elaborado além de já terem começado uma série de ações para viabilizar seus estudos, tais como: reunir material de qualidade, preparar local adequado, estabelecer horários, etc.

Apesar disso, muitas vezes o cansaço pode chegar e se instalar. Há diversas razões pelas quais um estudante, mesmo motivado, pode sentir-se exausto diante da atividade e alguns, por desenvolverem um cansaço prolongado, acabam por desistirem no meio da caminhada.

As causas do cansaço nos estudos podem ser de origem fisiológica, ou seja, algumas doenças crônicas como, por exemplo, a anemia ou passageiras como gripe ou dengue podem dar a sensação de cansaço. Se você já foi diagnosticado com alguma doença e não tratou, a hora é agora. Se ainda não tem certeza, visite um médico. Um organismo doente não vai “render” em aprendizado nem 10% de um organismo são. Então não adie e se empenhe no cuidado de algum mal-estar, como investimento na sua preparação para o concurso.

O cansaço na hora de estudar também pode ser devido aos hábitos que o próprio concurseiro incorporou quando começou a estudar. Não exija do seu corpo mais do que ele pode lhe dar. Estudar para o concurso é muito importante, mas exageros podem causar a perda da saúde e do concurso. Tenha dedicação e disciplina.
Estabelecer horários e cumpri-los vai fazer com que você contemple toda a programação de estudo que deve incluir descanso em pausas periódicas, horas de sono suficientes e alguma atividade física, por mais simples que seja como alongamento ou uma “voltinha pela casa”.

Acho que você já deve ter visto, ou ouvido falar nesta frase: “Mens sana in corpore sano “ (uma mente sã num corpo são) é uma famosa citação latina antiga que reflete muito bem o sentido de manter o corpo são para ter uma mente sã. O cansaço mental é um dos maiores entraves para o aprendizado, aliás, para o rendimento intelectual de maneira geral.

Muitas vezes o candidato nem percebe o quanto está mentalmente exausto. Fica lendo um texto durante bom tempo sem absorver nada do que foi lido. Ou fica a assistir uma videoaula e ao final, nem sabe dizer sobre o que o professor esteve falando. Então, ai sim, foi tempo perdido. A atividade vai ter que ser refeita e, muitas vezes mais de uma vez até que o objetivo seja alcançado.

Com o tempo repetindo e repetindo para aprender, estudar fica “chato e cansativo”. Causa dores de cabeça, nas costas, nos dedos etc, e a pessoa acaba por perder a motivação. A melhor maneira deprevenir este cansaço é manter a mente sempre harmonizada, em equilíbrio. Como? Respeite sua mente. Dê a ela o repouso do sono, o alimento do lazer, não exagere nos estimulantes como bebidas com cafeína e não esqueça e dar-lhe alegria, sorrisos e bom humor.

Cuide-se bem!

Fonte: Até Passar

Um comentário:

  1. Passei por isso no começo da preparaçao.. Ate entender e analisar o que estava errado...
    Obrigada pela postagem, tem otimas dicas ai

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis