Coaching para Concursos e OAB

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Depoimento do Aprovado - Isabela Dos Santos

Sabe aquelas perguntas que você estava doido para fazer aos concurseiros aprovados??
A Concurseira Dedicada faz por você!!

Nossa 8a entrevistada é Isabela Dos Santos, aprovada nos concursos de  advogado da Chesf, Sub escrivã do TJBA e Analista Judiciário- Área Judiciária do TRF da 1ª Região.

1- Nome 
Isabela Santana Dos Santos

2- Área de formação
Direito

3- Cargo em que foi aprovado 
 Analista Judiciário- Área Judiciária do TRF da 1ª Região

4- Já havia sido aprovado anteriormente? Em que concurso?
Advogado da Chesf e Sub escrivã do TJBA

5- Quanto tempo demorou a ser nomeado?
Advogado da Chesf eu nunca fui nomeada, mas foi importante porque serve para título. No caso do TJBA eu fui nomeada em três meses após o resultado e o mais difícil mesmo foi o do TRF. Demorou 3 anos para ser nomeada.

6- O que sentiu ao saber da aprovação?
Cada um tem um sabor diferente. O mais emocionante foi o do TJBA, porque eu não estava esperando. Fui ver o resultado pensando numa amiga que tinha ido bem e estava aguardando a publicação. Eu sequer tinha corrigido o gabarito, então não tinha nenhuma expectativa e quando olhei no mural do cursinho, a primeira coisa que vi foi meu nome. Além disso, nessa época eu estava vivendo de uma poupança. Não tinha mais nada de saldo e, como deus sabe de todas as coisas, mandou a nomeação no dia certo e na hora que eu mais precisava. Sem dúvidas o que melhor define a sensação da aprovação é a tal da sensação do “dever cumprido”!

7- Pretende continuar estudando para concursos? Para qual cargo?

Eu continuo. Tenho chegado nas discursivas do MP e até a sentença na magistratura e estou esperando para ver o que deus reserva para mim. No ano passado me inscrevi para delegado federal também, mas como um desafio, já que considero o concurso muito difícil, notadamente pela prova física. Vamos ver como vai ser!

8- Há quanto tempo estudava para concursos?
Eu formei em 2001. No mesmo ano comecei a me dedicar, depois parei e fiquei advogando. Nesse meio tempo passei para advogada da CHESF e para o TRF. Em 2005 retomei os estudos, no mesmo ano passei para subscrivã do TJBA e fui nomeada para o TRF logo em seguida. De lá pra cá vou adequando com a vida profissional. Quando se trabalha e já se tem um cargo, tem gente que pensa que é mais fácil, porém não é. Tenho muitos desafios todos os dias para conseguir estudar o mínimo que seja.

9- Quantas horas por dia dedicava aos estudos?
O período que mais estudei foi no concurso do TRF. Cheguei a estudar 10 horas por dia. Nos outros, fiz uma rotina de um turno de estudo.

10- Tinha dedicação exclusiva?
Só tive dedicação exclusiva para o TRF.

11- Fez planejamento de estudos?
Na verdade não. Tudo que sabia era que tinha que vencer o edital.

12- Estudava quantas matérias por dia?
Duas no máximo.

13- Fez cursinho? Online ou Presencial?
Fiz cursinho antes da prova para subescrivã do TJ, mas não era especifico. Estava fazendo o curso preparatório para a carreira jurídica. Um intensivo, que na época era presencial. Curso on line estou aprendendo a lidar esse ano. Cheguei a pagar um e não assistir porque não tinha disciplina para as aulas on line.

14- Fazia turma intensiva ou regular?
Turma intensiva.

15- Estudava por mapas mentais ou resumos? Eram elaborados por você? 
Eu adoro resumos, esquemas, mas sempre elaborados por mim. Na hora da prova sei onde está, com que cor grifei.

16- Qual foi sua maior dificuldade durante o período de preparação?
Sem dúvidas a falta de dinheiro. Quando você começa a se preparar não ideia de quanto vai precisar gastar. É necessária a atualização constante, uma boa internet, computador que funcione bem e não lhe dê sustos, livros atualizados, legislação específica, sem contar os cursos que ajudam muito a nortear e achar o ponto certo da preparação.

17- Passou por períodos de desânimo?
Se sim, o que fazia para retomar os estudos? Muitas vezes. Perdi as contas. Mas no ano passado foi muito difícil, recebi a noticia da aprovação para a segunda fase da magistratura estadual junto com a notícia do câncer do meu tio que tenho como meu pai. Ele não resistiu ao pós-cirúrgico e para mim foi uma perda sem tamanho. Sentia-me como se tivesse decepcionado a ele por não ter dado a alegria dele me ver em outro cargo em vida. Quando eu vi que tinha perdido ele e perdido a prova por 0,2, perdi o chão. Cheguei a colocar meus livros para vender e minhas amigas não deixaram. Viajei e quando já estava mais forte para retomar os estudos, entraram na minha casa, roubaram meu ipad e notebook com meu material de estudo, entre outras coisas. Nesse dia tive a certeza que não voltaria a estudar. Meses depois, já este ano de 2013, mas uma vez meus amigos me resgataram e voltei a estudar. Foram 6 meses no total , entre as perdas de 2012 e o retorno das cinzas.

18- Chegou a pensar em desistir?

O caminho é árduo, mas a recompensa é certa. Depois de tudo que já vi e já passei, sei que pensar em desistir faz parte do processo do amadurecimento para os concursos. Quem disser que nunca pensou em desistir, nunca se jogou de cabeça nesse projeto. Eu pulei e sem paraquedas!

19- Tinha o apoio de sua família e amigos?
A família apoia, mas não são todos que entendem. Depois que você passa em um concurso, ninguém entende porque você continua estudando. Pensa que quer mais dinheiro, que é ambição. Divido com a família apenas o que vejo que eles suportam, até porque acaba por gerar muita expectativa também naqueles que apostam em você. Tenho mais amigos que apoiam, graças a deus. São pessoas sem as quais eu não seria o que sou: uma feliz persistente!

20- Costumava sair aos finais de semana?
Depende do concurso e da fase. Como tenho me dedicado a concursos muito difíceis, eu tenho reduzido as saídas, mas necessariamente tenho meu dia de sair com os amigos e não estudo mais o final de semana inteiro. Atualmente só sábado pela manhã e domingo à noite. Aprendi que é preciso oxigenar o cérebro.

21- Praticava exercícios físicos?
Como eu tenho problema de coluna eu não posso deixar de fazer exercícios. Só paro quando tenho alguma crise, como agora. Tive um problema na coxa e estou parada há três meses. Espero voltar a partir da próxima semana, depois de mais uma avaliação médica.

22- Usava as redes sociais no período pós edital?
Uso sim, mas com cautela. É um período de tensão e as vezes as redes aumentam isso. É preciso saber usar em seu favor.

23- O que costumava fazer no dia anterior à prova? 
Costumo fazer concentração de jogador de futebol. Nada de atividade pesada, de discutir relação, de estudar teses complexas, procuro relaxar e preparar minha mente para o combate.

24- Arrepende-se de algo que fez ou deixou de fazer durante sua preparação? 
Meu arrependimento é de não ter planejado desde o inicio. Atualmente, planejo tudo, mas nos primeiros concurso eu simplesmente estudava e fazia. Deu certo, mas poderia ser bem melhor.

25- Deixe um recado aos concurseiros: 
Meus colegas, por mais que seja difícil, chegar sempre será melhor do que fica parado no meio do caminho. Muitos tem dificuldades, muitos não tem apoio, muitos adoecem, muitos desistem, porém aqueles que acreditam, chegam. Para uns pode ser mais rápido e até mesmo indolor, para outros demorado e sofrido, mas isso é da vida. Por isso, não desistam. Apeguem-se a tudo que for bom e verdadeiro e insistam. Eu amo o meu trabalho na justiça federal e me realizo todos os dias. É bem verdade que ainda sonho com a magistratura, mas sem nenhum resquício de frustração ou sentimento de inferioridade. Sonho não se explica, vive-se e pronto. Então sonhem muito, busquem e dediquem-se que a vitória está próxima. Quero ler o depoimento de vocês.


 -> Quer participar da coluna depoimento do aprovado? Deixe nos comentários seu e-mail e cargo em que foi aprovado que entrarei em contato via e-mail! ;)  



3 comentários:

  1. Obrigada, ajudou a me motivar em um dos meus momentos de desanimo, principalmente pela demora do resultado esperado, apesar da dedicação diária. Valeu, Izabela!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Isabela, por ser esse exemplo positivo!

    ResponderExcluir
  3. Chorei. Estou estudando para o concurso do inss é a primeira vez que tento concurso. Seja o que Deus quiser.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis