Coaching para Concursos e OAB

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Depoimento do aprovado - Maria das Graças

Sabe aquelas perguntas que você estava doido para fazer aos concurseiros aprovados?? A Concurseira Dedicada faz por você!!

Nossa 3a entrevistada é Maria das Graças aprovada nos seguintes concursos: MTE/2008 Agente administrativo; Psicóloga nas Prefeituras de Ipatinga, Timóteo e Santana do Paraíso, em 2007.

1- Nome
Maria das Graças de Oliveira

2- Cargo em que foi aprovado
Psicóloga no governo do Estado do Espírito Santo

3- Já havia sido aprovado anteriormente? Em que concurso? 
Sim. MTE/2008 Agente administrativo- ES; Psicóloga nas Prefeituras de Ipatinga, Timóteo e Santana do Paraíso, todos em 2007 (acumulei Ipatinga e Santana do Paraíso por um tempo); exonerei-me do 1º porque os horários se tornaram incompatíveis e me exonerei de Santana do Paraíso em 2010 para assumir o MTE, por serem incompatíveis os horários e os locais.

4- Quanto tempo demorou a ser nomeado? No cargo atual, quase 2 anos; na verdade 30 dias antes de expirar o prazo, embora tenha sido aprovada em 1º lugar; Ipatinga e Timóteo quase 1 ano; Santana do Paraíso menos de 3 meses. MTE 2 anos (fiquei como excedente).

5- O que sentiu ao saber da aprovação?
Alegria, especialmente no cargo em que hoje ocupo.

6- Pretende continuar estudando para concursos? Para qual cargo? Sim, já o estou fazendo. Auditor fiscal do MTE e da Receita Federal, o que vier.

7- Há quanto tempo estudava para concursos?
Comecei no final de 2006 e em 2007 tive as aprovações acima; detalhe: todos na área de saúde.

8- Quantas horas por dia dedicava aos estudos?
Em média 3 horas.

9- Tinha dedicação exclusiva?
Não, porque sempre trabalhei, às vezes em horário integral, às vezes 6 h/dia.

10- Fez planejamento de estudos?
Não formalmente; estudava mais as matérias em que tinha maior dificuldade, como, por exemplo, saúde pública, que não fez parte de minha grade curricular e os direitos (sempre fui apaixonada por eles, portanto não tive dificuldades maiores).

11- Estudava quantas matérias por dia?
2 a 3; para não me cansar muito com o mesmo tema.

12- Fez cursinho? Online ou Presencial?
Nenhum; estudei sozinha.

13- Estudava por mapas mentais ou resumos? Eram elaborados por você?
Ambos. Sim; essa é minha forma de estudos. As paredes de meu quarto e área de serviços eram (e ainda são) “decoradas” com os mapas.

14- Qual foi sua maior dificuldade durante o período de preparação?
Enfrentar o cansaço e o sono.

15- Passou por períodos de desânimo? Se sim, o que fazia para retomar os estudos?
Sim. Lembrava-me que não estava satisfeita com o trabalho que então exercia; que queria ter um salário mais decente e me sentir mais valorizada profissionalmente.

16- Chegou a pensar em desistir?
Nunca; sou a encarnação da persistência; quando quero algo, vou até o fim.

17- Tinha o apoio de sua família e amigos?
Já morava sozinha por esta época; mas posso dizer que sim; inclusive uma sobrinha resolveu estudar comigo e estava 3 vezes por semana em minha casa (recém formada em fisioterapia).

18- Costumava sair aos finais de semana?
Somente quando havia uma situação inadiável (aniversário, casamento ou formatura de alguém especial), mas voltava o mais rápido possível. Afinal, meu tempo sempre foi escasso.

19- Praticava exercícios físicos?
Quase nada, sou muito preguiçosa nesse aspecto.

20- Usava as mídias sociais no período pós edital?
Não.

21- O que costumava fazer no dia anterior à prova?
Revisão, na parte da manhã. À tarde descansar ou sair um pouco e à noite dormir cedo.

22- Arrepende-se de algo que fez ou deixou de fazer durante sua preparação?
Nem um pouco; como vê, valeu a pena e estou fazendo dessa mesma forma agora.
Obs.: Desta vez, adquiri algumas matérias avulsas: Contabilidade e Saúde e Segurança no Trabalho, que serão cobradas e têm grande peso, na RFB e AFT, respectivamente.

24- Deixe um recado aos concurseiros.
Não desanimar nunca; por mais cansados que estejam, vislumbrem o futuro; é muito bom ter um trabalho em que você tenha estabilidade e um salário acima do que o mercado oferece. Também, há várias vantagens outras em ser servidor púbico. Como descrevi, fui aprovada em alguns concursos; inclusive no que estou hoje, e a banca foi CESPE, como também o MTE; saí do 24º para o 1º lugar na banca que é o “terror” da maioria dos candidatos. E mais, hoje procuro alçar vôos maiores numa área completamente diferente de minha formação: fiscalização. E, detalhe: tenho 55 anos de idade e trabalho 8h/dia. Boa sorte a todos e ânimo sempre!


Quer participar da coluna depoimento do aprovado? Deixe nos comentários seu e-mail e cargo em que foi aprovado que entrarei em contato via e-mail! ;)

Um comentário:

  1. Oi, você é um exemplo.
    Eu que acho que já estou passando da idade (aos 37,anos), quando li a sua declaração fiquei novamente motivada.
    Abraços e felicidades no seu novo cargo.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis