Desafio

segunda-feira, 25 de março de 2013

MPU - início das inscrições

Saiu o edital para 147 vagas, mais cadastro, do Ministério Público da União (MPU). São oferecidas 109 oportunidades para técnico administrativo (nível médio) e 38 para analista processual (superior em Direito). A divulgação surpreendeu, já que a Diretoria de Comunicação do órgão informara que ela ocorreria em abril. As remunerações iniciais são de R$5.285,16 e R$8.216,55, respectivamente, incluindo o auxílio-alimentação, de R$710. A carga é de 40 horas semanais, e o concurso tem validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. A contratação é pelo regime estatutário, ou seja, com garantia de estabilidade. Há vagas para o Distrito Federal e todos os estados.
As inscrições serão feitas no site do Cespe/UnB, organizador, a partir das 10h desta segunda-feira, dia 25, até as 23h59 do dia 9 de abril, observando o horário de Brasília. A taxa é de R$55 para técnico e de R$70 para analista. Pessoas de baixa renda, inscritas no Cadastro Único do governo federal, podem pleitear isenção durante o período estipulado para as inscrições. Aqueles que aspiram uma vaga de analista processual prestarão provas objetiva e discursiva, cuja aplicação está prevista para a manhã do dia 19 de maio de 2013. Já os candidatos a técnico administrativo farão somente avaliação objetiva, na mesma data, à tarde. Embora a oferta possa ser considerada reduzida, historicamente o MPU convoca um número de servidores superior ao anunciado. No concurso realizado em 2006, por exemplo, havia 453 vagas e foram chamados 4.813 aprovados. Já na seleção de 2010, foram 594 oportunidades e 3.114 nomeações.

Veja o edital

Prova será aplicada 59 dias após o edital
As avaliações para quem deseja ser servidor do Ministério Público da União (MPU) estão previstas para o dia 19 de maio, exatos 59 dias após a divulgação oficial do edital - um dia a menos do determinado pela legislação. As provas objetiva e discursiva para analista processual serão realizadas pela manhã e terão duração de quatro horas e meia. Já os candidatos a técnico administrativo terão três horas e meia para responder ao exame objetivo, no período da tarde. Os exames serão realizadas em todas as capitais.

Os inscritos para analista processual serão submetidos a 50 questões objetivas, abrangendo Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Noções de Informática e Legislação Aplicada ao MPU e ao Conselho Nacional do Ministério Público, CNMP) e 70 de Conhecimentos Específicos (Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito do Trabalho, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Penal Militar e Direito Processual Penal Militar). Esses candidatos também farão uma redação, de até 30 linhas, sobre a Legislação Aplicada ao MPU e ao CNMP.

Já os aspirantes a técnico administrativo prestarão somente prova objetiva, também com 50 questões, sobre Conhecimentos Básicos (mesmas disciplinas de analista), Ética no Serviço Público e Raciocínio Lógico. A parte de Conhecimentos Específicos terá 70 questões e versará sobre Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Administração e Administração de Recursos Materiais. A divulgação dos locais e horários dos exames está prevista para 9 de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Ajude seus amigos concurseiros, divulgue o blog. =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis