sábado, 20 de setembro de 2014

TJ/RJ: Saiu edital!

Após tanta expectativa e demora, por fim ocorreu antes do que se esperava. Prevista para a próxima segunda, dia 22, a divulgação do edital do concurso para técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) acabou ocorrendo na noite desta sexta-feira, dia 19 de setembro. Conforme adiantado pela FOLHA DIRIGIDA, serão oferecidas 90 vagas para o cargo, que exige nível superior em qualquer área e paga vencimentos iniciais de R$4.343,13.

As inscrições serão abertas já no próximo dia 29, com atendimento aos interessados até 15 de outubro, com a cobrança da taxa de R$58. A prova objetiva está marcada 23 de novembro, com resultado final das mesmas em 10 de dezembro, e homologação do resultado final no dia 12 do mesmo mês. O edital completo, obtido pela FOLHA DIRIGIDA, pode ser consultado no arquivo pdf publicado abaixo. O concurso estará sob responsabilidade da Fundação Getulio Vargas (FGV).

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

STF mantém entendimento do TST sobre desnecessidade de concurso para “Sistema S”

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quarta-feira, o entendimento do Tribunal Superior do Trabalho de que as entidades do chamado Sistema S (Serviços Sociais do Comércio, Indústria, Transporte, etc.) não estão obrigadas a realizar concurso público para a contratação de empregados. A decisão se deu no julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 789874 e, por ter repercussão geral, se aplicará a todos os demais casos sobre a mesma matéria, inclusive aos 64 recursos extraordinários que estavam sobrestados no TST aguardando a decisão do STF.

No julgamento de ontem, o Plenário, por unanimidade, negou provimento a recurso extraordinário do Ministério Público do Trabalho (MPT) contra decisão do TST no mesmo sentido, em processo movido contra o Serviço Social do Transporte (SEST). No julgamento do RR-189000-03.2008.5.18.0005, a Quinta Turma do TST já havia negado provimento a recurso do MPT, que alegava a necessidade de admissão por concurso, nos termos do artigo 37, caput e incisos I e II, e 71, inciso II, da Constituição da República. Para o MPT, o processo seletivo para essas entidades deve se basear em critérios objetivos e impessoais, por se tratarem de pessoas jurídicas de criação autorizada por lei e que arrecadam contribuições parafiscais de recolhimento obrigatório, caracterizadas como dinheiro público.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Primeiros colocados dão dicas sobre como estudar para concursos

O objetivo de todo candidato que presta concurso público é conquistar uma vaga no setor público,
independentemente da classificação final.

Conseguir o primeiro lugar é, portanto, um mérito obtido após muita dedicação. Candidatos ouvidos pelo G1 que conseguiram essa façanha trilharam um longo caminho, que inclui vários concursos prestados, até verem seus nomes no topo da lista de aprovados.
"Ser primeiro colocado é um 'acidente', algo que acontece. Apenas é o resultado de naquele dia, e naquele grupo, você ter tido o melhor resultado. A garra, a determinação e disciplina são necessárias para a aprovação de qualquer um, não só do primeiro", diz William Douglas, que passou em primeiro lugar em quatro dos sete concursos públicos em que foi aprovado, entre eles para juiz e defensor público.

sábado, 13 de setembro de 2014

TJ/SP: inscrições terão início no decorrer da semana

A espera está chegando ao fim para milhares de candidatos que aguardam a realização do concurso para o cargo de escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP). Acontece que as inscrições serão iniciadas ainda no decorrer da semana, segundo a juíza assessora da presidência do TJ/SP, Maria Fernanda Rodovalho.

Segundo ela, a publicação dos editais estava prevista para ocorrer nesta segunda-feira, dia 15. Porém, na sexta, dia 12, não foram assinados pelo presidente do órgão, desembargador José Renato Nalini, o que deve ocorrer na segunda, dia 15, com publicação dos editais na terça, 16. “As inscrições serão iniciadas imediatamente com a publicação, durante a semana, com atendimento pelo prazo de aproximadamente 30 dias“, adianta a juíza.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Dica de Tributário - Imunidades - Prof. Marcello Leal

Meus amigos, todos sabem o quão importante o estudo do tema "imunidades" é para concursos públicos. O bom candidato não neglicenciaria jamais o estudo do art. 150, inciso VI da Constituição, pois sabe que possivelmente pelo menos uma questão será formulada com base nele. Mas é aí que mora o perigo.

Não basta ler somente estes incisos do supracitado artigo e estudar a jurisprudência do STF. Afinal, temos diversas outras imunidades espraiadas pelo texto constitucional!! Temos imunidades específicas para alguns impostos, taxas e contribuições que não podem passar em branco.

Para lhes auxiliar os estudos, montei o esquema abaixo.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Como estudar para a banca FCC

A banca FCC é, atualmente, a responsável pela elaboração da maioria das provas de tribunais, tanto para os cargos de analista e técnico quanto para o de juiz. Já no início de 2012 organizou 3 grandes concursos - muito esperados por todos - e que com certeza serão muito concorridos. São eles: TJ-RJ; TRF 2ª Região (RJ/ES) e INSS.

Dessa forma, decidimos elaborar este post com dicas de estudo para essa banca, para auxiliar aqueles que ainda não possuem muita intimidade com ela.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Como estudar para a banca Cespe

A banca Cespe costuma ser muito temida pelos candidatos a um cargo público, tanto pela sua estrutura como pela forma de cobrança dos temas.

Diferentemente das outras bancas que apresentam 4 ou 5 alternativas para que o candidato marque a opção correta, em regra, as provas elaboradas pela banca Cespe possuem afirmativas que devem ser julgadas pelos candidatos (Certo ou Errado).

É justamente essa a aparente dificuldade imposta pela banca, do estilo “ou você sabe ou não sabe”, que tanto amedronta alguns candidatos. Não há alternativas para serem analisadas e, com isso, o candidato ir eliminando as mais erradas. Outras dificuldades muito temidas são as famosas provas “1x1” ou “2x1” desta banca, que significa eliminar uma questão que fora marcada corretamente a cada 1 ou 2 erros, respectivamente.


terça-feira, 9 de setembro de 2014

Google não é obrigado a aplicar direito ao esquecimento, diz decisão no STJ

Os serviços de pesquisa virtual não podem ser obrigados a apagar do seus sistemas os resultados da busca de determinado termo ou expressão, tampouco os resultados que apontem para foto ou texto, independentemente da indicação do endereço da página.

Com esse entendimento, o ministro Ricardo Villas Bôas Cueva, do Superior Tribunal de Justiça, decidiu monocraticamente que o Google não precisa retirar de sua página de buscas o link para reportagem do site Gazeta Onlineque informa sobre investigação conduzida pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo contra um juiz do estado. O magistrado afirmou na ação ter sido absolvido.

As partes discutiam se existe a obrigação de os provedores de pesquisa na internet retirarem de seus registros de resultados de determinada URL (endereço), por solicitação de um usuário. No caso, o juiz capixaba pediu a remoção do link para um reportagem de 2009, que o envolveu em acusações de fraude para relaxamento de prisão de condenados por tráfico de drogas.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Anote aí: 100 dicas para passar em concursos públicos

Concurso público é a opção escolhida por milhares de pessoas que estão em busca de segurança e bom salário. Depois de tantas colunas sobre o tema, Lia Salgado reuniu os tópicos mais importantes para auxiliar na sua trajetória até a vaga.

Abaixo estão 100 dicas, divididas entre os temas projeto (1 a 12), organização (13 a 32), estudo (33 a 63), direito (64 e 65), matemática (66), edital (67 a 73), véspera de prova (74 a 78), prova (79 a 87), pós-prova (88 a 95), além de dicas gerais (96 a 100).
Confira!

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Como Educar a Memória

A memória é a principal aliada de todas as atividades que fazemos todos os dias, sejam elas mentais ou físicas. Para usá-la a nosso favor é preciso treiná-la e exercitá-la para que ela não nos deixe na mão sempre que precisarmos lembrar algo importante.

A capacidade de armazenar informações está ligada à capacidade física do cérebro (saúde e bem-estar) e à capacidade de organizar dados durante o processo de aprendizagem. Ambas as capacidades estão unidas à qualidade do sono. A memória “volátil” que usamos para lembrar coisas corriqueiras seleciona tudo aquilo que é mais importante e passa para a memória permanente enquanto estamos dormindo. Por esse motivo, pessoas que têm distúrbios do sono como insônia, sonambulismo e apnéia (ronco) tem mais dificuldade de concentração e mais problemas de esquecimento. Nestes casos, a ajuda médica é indispensável.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Prós e contras de se preparar para um concurso específico

É muito comum, no mundo dos concursos públicos, que o candidato comece a sua jornada estudando para um processo específico. Em alguns casos, até com edital já publicado. Será que é uma boa estratégia? Veja as vantagens e desvantagens da escolha:

Prós
Há candidatos que só terão motivação suficiente para iniciar a preparação para concursos se tiverem um objetivo imediato à frente e, neste caso, é válido se atirar com todas as forças para ver o que é possível conseguir.

Focar em determinado concurso tem a vantagem de permitir que o candidato estude antecipadamente todas as disciplinas que devem ser cobradas, com base no último edital e em outras informações divulgadas pela instituição (se houver) quanto a alterações no conteúdo programático. Isso, em geral, permite maior ganho de conhecimento específico.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

PGE - RN abre dez vagas para Procurador de Terceira Classe

A (PGE - RN) realizará o 5º concurso público visando a contratação de dez Procuradores de Terceira Classe.

Para participar, os profissionais devem possuir bacharelado em Direito, inscrição como Advogado na OAB, estar em gozo dos direitos políticos e quite com as obrigações eleitorais, comprovar quitação ou isenção do serviço militar, confirmar idoneidade moral, além de não ter antecedentes criminais.

O salário para essa categoria é de R$ 23.997,18. Os aprovados poderão ser lotados na sede da PGE - RN, nos Núcleos Regionais no interior do Rio Grande do Norte ou Núcleo Especial junto aos Tribunais Superiores, com sede em Brasília - DF.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

5 formas de mante-se motivado

Motivação é o que não pode faltar duranre a preparação para Concurso Público!

(Dê o zoom para aumentar a imagem)

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Guia para quem quer prestar concursos para tribunais

Com Justiça brasileira sendo dividida em cinco esferas - estadual, federal, eleitoral, militar e do trabalho – há pelo menos dois concursos públicos para tribunais ao ano. “Ainda que sejam de esferas diferentes da Justiça”, diz o professor Fernando Bentes.

O grande número de vagas, na soma de todas as esferas do Judiciário, faz com que os concursos sejam bastante cobiçados por candidatos à carreira pública, dizem especialistas.

“Cada estado tem um tribunal de Justiça e um tribunal regional eleitoral. Além disso, são 24 tribunais regionais do trabalho e 5 tribunais regionais federais. Foram criados outros 4 novos tribunais regionais federais, mas ainda não estão instalados”, diz João Mendes.

A seguir confira, um guia para os concurseiros que estão de olho nas oportunidades de trabalho em tribunais:

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Projeto: Compartilhe seu Planejamento de Estudos!

Vamos reiniciar nosso projeto?
Diariamente recebo muitos pedidos de ajuda para montar o planejamento de estudos.

Sendo assim, tive a ideia de compartilharmos os nossos para que outras pessoas possam tomá-los como inspiração e até mesmo base e adaptá-los as suas necessidades.

Minha ideia é que vcs me mandem por e-mail o seus planejamentos (dedicadaconcurseira@gmail.com) para que eu possa postar lá no blog, juntamente com uma explicação sobre sua rotina (se trabalha, malha, tem filhos, pq faz assim, se ja tentou outra forma, etc)

Preciso que me mandem tb o seu nome ou nickname (pra qm não quiser se expor). Posso contar com vcs?!



terça-feira, 26 de agosto de 2014

CCJ pode votar PEC que disciplina nomeação de aprovados em concurso público

Está pronta para votação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) a Proposta de 48/2004, que assegura a nomeação de todos os aprovados em concursos públicos dentro do número de vagas previsto no edital do certame.
Emenda à Constituição (PEC)

A PEC foi apresentada há 10 anos pelo senador Paulo Paim (PT-RS). Portanto, é anterior à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em recurso extraordinário julgado em 2011, que reconheceu direito subjetivo à nomeação aos candidatos aprovados dentro do número de vagas previstas no edital.

A decisão, por unanimidade, foi em cima de um processo em que o estado de Mato Grosso do Sul questionou a obrigação da administração pública em nomear candidatos aprovados para o cargo de agente auxiliar de perícia da Polícia Civil.

Publicidade

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Por que os candidatos desistem de concursos antes da aprovação?

A cada ano, alguns milhões de pessoas iniciam o projeto concurso público. E outro tanto desiste, sem atingir o objetivo. Por quê?

Os fatores que contribuem para isso são, em sua grande maioria, previsíveis, mas nem sempre evitáveis. Se o candidato tiver ciência do que vai precisar enfrentar, talvez possa lidar melhor com as dificuldades, quando surgirem.

Mande dúvidas sobre concursos no espaço para comentários; perguntas selecionadas serão respondidas em coluna quinzenal

Confira as principais causas do desânimo que atinge os interessados em um cargo público:

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Redação: pratique regularmente - Veja Dicas

Atualmente a maioria dos concursos possui redação como etapa classificatória e até mesmo eliminatória, seja ela dissertativa, em forma de questão ou peça processual.

Embora a importância da redação seja do conhecimento de todos muitos concurseiros ignoram-na durante a preparação, possivelmente não treinam na esperança de que no momento da prova surja a inspiração necessária para a elaboração de uma redação nota 100 ou por saberem que na época da escola eram bons nesta matéria! Ledo engano...

Para elaborar uma boa redação não basta inspiração é preciso técnica e conhecimento das predileções da banca. Já ouvi relatos de concurseiros que não sabiam explorar bem o tema em prova, mas que, por saberem como escrever, conseguiram obter a nota necessária para a aprovação. Obviamente, não atingiram a nota máxima, contudo, a técnica adquirida com a prática possibilitou que saíssem da inércia e desenvolvessem o texto.

STJ: Primeira Seção aprova novas súmulas sobre FGTS e execução fiscal

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprovou nesta quinta-feira (14) duas novas súmulas, que são resumos de jurisprudência consolidada nas duas Turmas especializadas no julgamento de processos da área de direito público.

A primeira trata da obrigação da Caixa Econômica Federal (CEF) de fornecer aos trabalhadores os extratos das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Em julgamento de recurso repetitivo (REsp 1.108.034), a Seção decidiu que essa responsabilidade é da CEF porque, como gestora do FGTS, tem total acesso a todos os documentos relacionados ao fundo e deve fornecer as provas necessárias ao correto exame das contas.

A CEF tem responsabilidade exclusiva pelo fornecimento dos extratos, ainda que seja necessário requisitá-los a outros bancos que tinham depósitos de FGTS antes da migração das contas.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Estudo para concurso não pode parar no período eleitoral

Quem desacelerar o ritmo de estudo agora ou, pior ainda, suspender a preparação para concursos por achar que não haverá editais até o próximo ano estará cometendo um grave erro. O mito de que não há concursos em período eleitoral é infundado. Eles podem ocorrer a qualquer tempo. A única limitação é para nomeação de aprovados nas esferas para as quais haverá eleições (neste ano, federal e estadual). Mesmo assim, se o processo tiver sido homologado até 3 meses antes do pleito, a restrição deixa de existir.

O que pode acontecer – e muitas vezes acontece mesmo – é que alguns concursos fiquem temporariamente represados, não por impedimento, mas por deixarem de ser prioridade para a administração durante o período eleitoral. Mesmo assim, os órgãos e instituições precisam seguir funcionando e, como os concursos são autorizados com base em levantamentos de necessidade de pessoal, mais cedo ou mais tarde os editais precisarão ser publicados, independentemente de quem seja vencedor nas eleições em cada esfera.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis